Número total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Sai com um Casal Neste Final de Semana e eles me Apresentaram a uma Safada

Conheci um casal jovem através do blogue, de uma cidade próxima a minha e marcamos de nos conhecermos na sexta-feira passada. Marcamos encontro em um barzinho da cidade e pude conhecer e conversar muito e abertamente com esse jovem casal, ele com 28 anos e ela 25, mas com muito experiente em menage masculino. Foi a primeira vez que conheci ao vivo um casal que curte, conheço muita gente, mas somente através da internet. Eles foram muito esclarecedores e divertidos, contaram toda sua história. Ela o chama de meu corninho e ele a chama carinhosamente de minha safadinha. O papo foi tão bom que acabei dormindo num hotel na cidade para continuarmos a conversa no sábado.

No sábado a tarde voltamos a nos encontrar, almoçamos juntos e eles pediram para que eu ficasse a noite que teriam uma surpresa pra mim. Por conta da curiosidade acabei ficando.

A noite voltamos a nos encontrar e eles vieram acompanhados de uma gata, morena, gostosa, linda, cabelos compridos, olhos castanhos, 22 anos e que á amiga da esposa deste casal. O corno me apresentou da seguinte forma: Este é o Pedro Paulo, um amigo que sonha em se casar e ser corno. A gata riu e disse: prazer eu sou a Livia e sonho em conhecer um carinha que já seja corninho antes mesmo do casamento, que aceite e que me deixe a vontade pra eu conhecer outros homens.

Rimos muito, o casal super animado fez o papel de Cupido, e acabamos conversando muito. Para finalizar a noite, o casal disse: temos a segunda surpresa. Quis saber o que era, e o corninho disse: se eu contar não será surpresa. Acabamos indo para a casa deles, continuamos conversando e bebendo, enquanto o corninho fazia algumas ligações. Até que disse: pronto tudo arranjado.

Meia hora depois a campainha toca e ele vai atender. Entra com um rapaz moreno, alto, forte, bem apessoado, de uns 30 anos, chamado Bruno e o corno disse a mim: a sua surpresa chegou. Me apresentou ao rapaz dizendo: O sonho dele é ser corno, e como ele conheceu a Livia hoje já quer ter a primeira experiencia de namorado corno. O rapaz riu e disse: com todo prazer.

Ali mesmo em minha frente, ele pegou a Livia, se beijaram de língua e ele passava a mão na bunda dela por cima do vestido preto. Meu pau empinou na hora. Virou ela de frente pra mim, beijava seu pescoço, erguia o vestido e passava a mão na xota dela. Me olhou e perguntou: você já comeu ela? respondi: ainda não. Ele riu e falou: isso é muito bom, então você vai conhecer a sua futura namorada já dando pra um macho.

Pelo que percebi ele já é conhecido do casal, porque estava totalmente a vontade entre a gente. Pegou na mão dela e disse: vem corninho, vem ver sua futura namorada levando rola na xoxota que você nem experimentou ainda. Fomos pro quarto, mas o casal ficou na sala.

Mal entramos e ele agarrou a gata, e começou a tirar a roupa dela dizendo: monumento de gata, tá com sorte ehm corninho de namorar uma gata assim, vai ter muitos machos querendo foder esta delicia. Ela bem safada pegava no pau dele, por cima da calça e ele dizia: quer tirar pra fora quer safada? Ela sorria e dizia: quero, tira pra fora. O macho, tirou a rola pra fora e ela punhetava e se beijavam de linguão.

Depois ele falou: senta na cama e mostra pra esse corninho o que você sabe fazer com uma rola na boca. A safada segurou na rola e começou a lamber a cabeça. Enquanto isso ele se livrava das roupas. Ficou só de cueca. Ela chupava e babava na rola do macho e ele dizia: um delicia! tua gata adora uma rola! Deixou ela mamar a vontade, inclusive o saco, até que pediu que ela se deitasse e caiu de boca na xana dela.

Meu tesão estava a mil, e perguntei: posso tirar a roupa pra ficar mais a vontade e poder bater uma? Ele disse: por mim pode, mas a gata é que decide. Ela riu e falou: pode, mas fica na sua, porque comigo corno fica em segundo plano quando o comedor está na ativa. Ele riu muito e eu fiquei peladão. Fiquei em pé próximo a cama, pra não atrapalhar.

Depois de chupar muito a bocetina linda dela, toda depiladinha, o macho deu a rola pra gata mamar mais um pouco. Até que levantou, pegou uma camisinha me olhou e disse: preste atenção de como um macho de verdade come uma safada, vê se aprende! Riu. Pediu pra Livia ficar de quatro e enfiou a rola nela. A safada gemia e o macho socava lento, depois foi acelerando e fodendo forte e fundo e a gata gemia alto. Ficaram ali fodendo até que ele perguntou: e ae gata, você curte dar o cuzinho também? Ela riu e falou: claro, sou safada! Do jeito que ele estava, pegando a gata de quatro, tirou da xana e colocou no cu e foi enterrando e ela lá gemendo e pedindo pra ele ir devagar. Ele tirou, chupou o cu dela, depois deu aquela cuspida e voltou a colocar na portinha e foi enterrando na manha. Entrou tudo e ele disse: cuzinho bem apertado! Foderam muito. Ele quis que ela cavalgasse. Ela foi pra cima e foi sentar com a xana e ele disse: não gata, libera o cuzinho pra mim! Ela encaixou a rola na portinha do cu e foi sentando naquelas de devagar e sempre. Quando encostou o saco no malandro ela começou a cavalgar e gemia e o macho dizia: vai gata, rebola na rola, vai safada!

Eu em pé vendo tudo e na punheta.

Ele ainda fodeu ela no frango assado, e depois mandou ela deitar-se de bunda pra cima e socou com gosto no cu dela. Até que ele disse: gata estou quase gozando, quer que eu goze onde? Ela falou: nos meus seios.
Ela virou de frente e o macho foi pra cima e bateu aquela punhetona na rola e jatou de leite as tetas da gata. Quando acabou, ditou-se e me olhou e disse: vai corno, limpa tua gata. Olhei para um lado e outro e não vi nada que eu pudesse usar. No quarto havia uma porta, abri e vi um banheiro. Peguei papel higiênico e limpei toda a porra dele dos seios da gata.

Ele me olhou e disse: chama o outro corno e pede uma toalha que quero tomar banho. Vesti a cueca e fui chamar o corno amigo. O corno trouxe duas toalhas, entreguei uma pro macho que levantou-se e foi pro banho e entreguei a outra pra gata.

Quando o macho saiu do banheiro, enrolado na toalha, vestiu a cueca, foi na cama beijou a Livia e disse: valeu gata. Olhou pra mim e falou: ae corninho, vê se cuida dessa gostosa! Depois comentou: agora vou lá dar um trato na dona da casa pro corninho maridão ficar feliz. Saiu do quarto.

A Livia me olhou e perguntou: gostou? Respondi: gostei não, adorei!!!

Depois do banho dela, conversamos e resolvemos ir embora para o hotel onde eu estava hospedado. Deixamos um bilhete ao casal.

No hotel, comi a gata, mas só na xaninha. O cuzinho ela disse que era exclusividade dos futuros comedores. Dormimos. Passamos o domingo juntos, namoramos e só nos separamos quando voltei para a minha cidade. Gostei muito da Livia e parece que ela gostou bastante de mim, tenho esperança que a gente se acerte e que eu vire, por enquanto, um namorado corninho.

Pedro Paulo











1 comentário: